jump to navigation

Desabafo. Abril 2, 2013

Posted by efeitopsicose in Dose de inspiração, choque de realidade..
Tags: ,
trackback

Hoje senti medo… conversava com uma amiga do curso enquanto esperava minha mãe e falávamos de amores passados. Expliquei minha situação e ela me disse que é questão de tempo até eu começar sentir falta do meu ex.
Eu jamais teria parado pra pensar nisso se ela não tivesse me alertado.

Quando cheguei em casa, tinha uma mensagem dele: “é, deve ter sido difícil largar eu pra ir atrás de outro“.
Foi nesse momento, que tudo o que minha colega disse, passou a ter sentido. É mais que óbvio que ele não me superou e o pensamento que me ocorreu por conta disso, foi o que mais me preocupou: na verdade, eu também não sei se superei ele.

É claro que foi bom, mas não o suficiente pra ficarmos juntos. E foi com esse propósito que me senti na obrigação de terminar. Mas não… não tenho mais certeza de que isso era o certo -embora não reste dúvidas de que não vamos voltar.
Tô confusa. Não sei mais o que pensar, não sei mais o que quero da vida. Apenas tenho medo. Medo de pensar demais no que poderia ter sido, se poderia ter dado certo -mesmo ele sendo um chato na maioria das vezes (!)- e medo também de sentir falta. Acho -só acho- que ele foi o único que me fez sentir verdadeiramente amada, como nunca fui por alguém.

-rçrçrç, ai como sou ridícula!

Anúncios

Comentários»

1. quasemedicos - Abril 5, 2013

Oi, eu tive que comentar essa porque eu passei por uma situação MUITO parecida, e não vou dizer que o seu caso será igual como foi o meu, porque somos pessoas diferentes também, os garotos envolvidos também, mas enfim.
Eu namorava há um ano e pouquinho, mas já fazia um tempo que nosso namoro estava um tédio, e eu comecei a achar que talvez não gostasse mais dele…Nessa mesma epoca, um amigo meu começou a insinuar que estava a fim de mim e de repente, ele era muito mais interessante que meu namorado. Eu nunca tinha pensado dele dessa maneira, até então.
E eu comecei a achar que eu gostava dele, e por isso terminei meu namoro. Na verdade eu estava bem confusa e já não sabia de qual dos dois gostava, achava que gostava dos dois, as vezes achava que não gostava de nenhum… Por via das dúvidas, achei melhor terminar.
Então um pouco depois do fim, eu sai com esse amigo e não aconteceu nada, foi amizade mesmo e até voltei para casa pensando “nossa, acho que gosto dele só como amigo mesmo” e mais confusa ainda sobre o que eu sentia sobre meu ex (porque se eu amasse ele, como eu poderia pensar que estava a fim de outro?), até que umas duas semanas depois meu ex me mandou mensagem me xingando muito, falando que eu sabia o que tinha feito e que tinha mentido para ele e eu: oO??
Esse “amigo” disse pro meu ex que eu tinha dado em cima dele. Depois, passamos um mês (eu e meu ex), conversando sobre nós dois e porque nosso relacionamento tinha ficado tão chato, fui sentindo a falta dele, arrumava qualquer desculpa para ligar e mandar mensagem… Ele nunca quis terminar, para começo de conversa, sempre dizia que dava para resolver os problemas conversando.
Acho que eu queria dizer assim: eu dizia que nunca iamos voltar, que não tinha jeito, e voltamos e estamos muito felizes. Só para compartilhar a história mesmo, não sei os detalhes do seu caso, não sei qual é exatamente a sua situação.

efeitopsicose - Abril 27, 2013

Olá :3 quando comecei ler seu comentário, pensei: “nossa, essa guria tá contando minha história!”, mas não tinha chegado no final ainda, que o seu foi completamente diferente do meu rsrs. Então, eu me senti como você nas primeiras três semanas depois que larguei do meu ex e quanto mais os dias passavam, mais eu tinha certeza do que minha amiga disse e do que eu sentia pelo outro. E não, eu não tava confusa pelo que sentia pelo meu ex; eu tinha absoluta certeza de que não gostava mais dele, eu só me sentia mal por tê-lo feito passar por tudo aquilo e ainda mentido! Mas… os dias foram passando e as máscaras caíram. Meu ex também me falou um monte (!), me acusando de tê-lo trocado -e todo esse ciuminho típico que você deve muito bem conhecer- e mais um monte de coisas desnecessárias que eu não precisava saber. O outro também foi me mostrando um lado que eu não conhecia e preferiria continuar não conhecendo, me decepcionando muito e cada vez mais me mostrando outras e outras faces até então, desconhecidas. Depois do meu ex ter me falado um monte, eu resolvi investir nesse outro, mesmo sabendo das “caras” dele, “nem que for pra dar uns pegas”, eu pensava. Mandei indiretas, deixei tudo “meio” explícito, uma galera me ajudou também e nada dessa pessoa mostrar atitude! Sabe quando você cansa!? Eu simplesmente acabei cansando de tudo isso. Eu não sei “jogar”. Pra mim, tem que ser 8 ou 80. Ou é, ou não é. Não tem dessa coisa de chove-não-molha. Na maioria das vezes, ele também mostrava interesse, me agarrava e etc, mas nunca passava disso -se é que você me entende! Ele nunca chegou em mim e conversou de verdade sobre nossa situação. Como uma outra amiga minha disse, é “coca-cola”: agita agita e não faz nada.E assim, eu fui me conformando e parei de correr atrás. Quando finalmente encontrei uma pessoa que despertou meu interesse de verdade e tive certeza de que não gostava do “Idiota 1” e só queria pegar o “Idiota 2”, ambos vieram correndo querendo explicações sobre minha vida e o porquê de eu ter desistido de tê-los. Eu simplesmente ignorei e deixei claro que foi tudo consequência dos próprios atos deles (porque tudo o que vai, volta). E cada um tem o que merece!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: